19/08/2020 10:06
Siracusa

Siracusa é uma das muitas maravilhas que você não pode deixar de visitar na Itália. Colocada na costa leste da Sicília, foi uma das principais cidades da Magna Grécia. É caraterizada por grandes vestígios arqueológicos e históricos e foi uma cidade tão poderosa na época do domínio grego que conseguiu, sem dificuldade nenhuma, contrastar com romanos e cartagineses. Cícero nomeou-a “a cidade grega mais linda” entre todas. 

Siracusa é a cidade das inúmeras maravilhas, detentora de imponentes vestígios greco-romanos e de edifícios com elegante harmonia barroca. Rica em lendas e tradições e com vista para um dos mares mais lindos da Itália, esta cidade antiga conseguirá te deslumbrar. 

Fundada pelos coríntios, a cidade de Siracusa fica localizada na região da Sicília. E é uma verdadeira polis grega no meio da Itália. Cheia de monumentos históricos e belas paisagens, a província é considerada uma das mais belas cidades da Grécia antiga, apesar de ter perdido todo seu apogeu após a dominação romana.

A pequena, porém famosa, ilha de Ortigia se conecta por toda a cidade através de três pontes, e é um dos principais points da região. A cidadela possui diversos monumentos gregos históricos, como o Templo de Apolo, hoje em ruínas devido à diversas construções feitas em cima dele.

Siracusa também é cidade natal do matemático Arquimedes, famoso criador da expressão “Eureka”. Seu suposto túmulo fica próximo ao Portão de Agrigentino.

O Parque Arqueológico conta com o maior Teatro Grego da Sicília, com 140 metros de diâmetro e suas arquibancadas foram escavadas nas próprias rocha e foram palco para lutas de gladiadores e para os Jogos Olímpicos em tempos antigos.

Próximo ao teatro, outros monumentos podem ser vistos. A Orelha de Dionísio é uma das principais atrações. Tem esse nome devido ao eco que a gruta faz, já que tudo o que é dito lá dentro, pode ser claramente ouvido do lado de fora. O deus do vinho prendia seus inimigos lá dentro e ficava escutando o que eles falavam. O antigo cemitério greco-romano, Necropoli Grotticelle, hoje em ruínas, e a Catacombe di San Giovanni, onde foram encontrados diversos nichos, sarcófagos e pequenas grutas, fazem parte do tour. As visitas são guiadas e com acessibilidade para todos.

O Museu Arqueológico de Siracusa, o Paolo Orsi abriga diversos itens que foram encontrados durante escavações feitas não somente em Siracusa, mas por toda a região da Sicília.

São quatros setores ao total para visitar. O primeiro é dedicado a geologia e pré-história, o segundo são para as colônias de Siracusa e da Sicília, o terceiro setor é exclusivo para as sub colônias que foram fundadas por Siracusa e outras duas grandes cidades gregas da Sicília: Agrigento e Gela.

O quarto e último setor é totalmente dedicado à Siracusa, expondo o que foi encontrado de seus antigos meios políticos e culturais. É possível encontrar diversas estátuas e esculturas de antigas divindades gregas e personalidades importantes.

Na Piazza Duomo, o visitante vai encontrar palácios em estilo barroco e a Catedral de Siracusa, dedicada a matrona e padroeira da cidade, Santa Luzia. Outra igreja que é destino turístico é a Santa Lucia Alla Badia, onde está exposto um dos quadros de Caravaggio. 

A Fonte de Aretusa é um dos ícones da cidade e possui uma forte história mitológica por detrás de si. Segundo a lenda, o deus dos rios, Alfeu, se apaixonou pela ninfa Aretusa e tentou tomá-la para si. Para fugir dele, ela foi até a Sicília, onde foi transformada em uma fonte pela deusa Diana, no entanto, inconformado por ter sido rejeitado, Alfeu se transformou em um rio para poder se encontrar com a fonte da ninfa. É possível ver a fonte de Aretusa, onde crescem plantas de papiro ao seu redor, mas é na fonte de Diana que está representado todo o sofrimento de Aretusa para fugir de Alfeu. Apesar de toda a lenda, o povo de Siracusa considera a fonte um local romântico e imortal, onde nascem os primeiros amores adolescentes.

Não deixe de visitar o mercado de Ortigia. Lá é vendido de tudo um pouco da cozinha de Siracusa e é permitido degustar. O mercado funciona pela parte da manhã e começa a ser desmontado por volta do meio-dia, mas você pode comer pelos restaurantes que ficam pertinho e funcionam até mais tarde.

Não é permitido a circulação de veículos externos dentro da cidade, apenas dos moradores; táxis são autorizados e a grande chave para circular por Ortigia. É possível fazer passeios de barco ao redor ilha, mas fique atento aos preços.

Não deixe de assistir ao pôr-do-sol em Siracusa. É um verdadeiro cartão postal e vai render boas fotos.

 

https://www.viajandoparaitalia.com.br/blog/conhecer-siracusa-na-sicilia/

www.qualviagem.com.br/siracusa-mitologia-e-belas-paisagens-na-cidade-grega-da-italia/

Texto por: Carolina Berlato


Deixe também seu Comentário:

Nome Completo:*
E-Mail:*
Título:*
Mensagem:*

Código de Verificação:
Digite abaixo o código ou clique no
ícone para gerar um novo código

Status do Código Digitado:
 

Enviar     Limpar