08/04/2020 09:14
Siena

Siena [ou Sena em Italiano] é uma daquelas cidades que ocupam um lugar especial no coração de quem visita a Itália. É que o destino não encanta somente por sua história e passeios, mas também por sua cultura e tradição. Com fácil acesso para todas as cidades da Toscana, Siena faz parte do roteiro dos viajantes que exploram a região.

A cidade de Siena foi construída sobre três colinas, sendo que seu centro histórico mantém traçado estreito e sinuoso típico das cidades medievais e por este motivo é considerado Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

Localizada a 70 km de Florença, a capital da Toscana, Siena encanta por conta de seu passado rico em histórias, uma vez que a cidade era tão rica e grande quanto Londres ou Paris e, apesar de não ter acompanhado o desenvolvimento destas, ainda é dona de uma enérgica efervescência cultural.

O Centro Histórico de Siena é um lugar único. Poucas mudanças aconteceram por lá desde a Idade Média, quando foi construído. Por isso, andar por suas ruelas escuras e estreitas é como voltar no tempo.

O melhor jeito de conhecer a região é através de um tour a pé ou de bicicleta, já que dá para ir parando ao longo do caminho para tirar fotos. Caminhar por lá e apreciar as construções antigas e os belos palácios é um passeio único e especial.

A cidade de Siena é dividida em regiões [ou terzis em italiano] e a Praça del Campo é o ponto de encontro dessas três áreas, sendo o marco zero da cidade. Com o típico formato arredondado, é nesta praça que estão o Palácio Público, sede do governo, e a Torre de Mangia, de onde é possível ter uma visão 360 da cidade.

Suas construções avermelhadas dão ares medievais ao local, mesmo após tanto tempo. É na praça que acontece anualmente o Palio delle Contrade, uma histórica competição de cavalos em que os 17 bairros de Siena se confrontam.

A Catedral de Siena é um dos cartões-postais da cidade. Ela foi toda construída em estilo romântico-gótico e encanta por sua fachada de mármore. Só a vista externa já justificaria a visita, mas entrar e conhecer seus detalhes torna a experiência ainda melhor.

No interior da Catedral está a famosa Biblioteca Piccolomini, um verdadeiro tesouro de obras de arte que abriga quatro esculturas de Michelangelo. Uma das obras mais impressionantes da Catedral é o piso, composto por 56 placas com cenas esculpidas e entalhadas no mármore, formando um mosaico.

A Basílica de São Domingos [ou Basílica Catarinaiana] é uma das igrejas mais importantes da cidade, junto com a Catedral de Siena. Construída entre 1226 e 1265, ela já não apresenta mais seu formato original, uma vez que foi ampliada no século XIV, quando adquiriu sua aparência gótica atual.

Localizada bem na entrada da cidade, a dica é conhece-la por dentro e observar a riqueza de detalhes da sua construção. Assim como a maioria das igrejas italianas, a basílica guarda uma série de obras de arte.

Fonte: www.guiadasemana.com.br/

 


Deixe também seu Comentário:

Nome Completo:*
E-Mail:*
Título:*
Mensagem:*

Código de Verificação:
Digite abaixo o código ou clique no
ícone para gerar um novo código

Status do Código Digitado:
 

Enviar     Limpar